quinta-feira, 12 de junho de 2008

Ultima B'Arca


A ULTIMA B’ARCA

Alberga a marquise que o sol queima
Resíduos humanos da moderna idade
Vistos como opaca sombra
Chaga invisível da míope cidade

Desvalidos e alquebrados
Clamando por vida e piedade
Vagam condenados sem perdão
Entre as ruas da sociedade

Ignorados na saciedade
Do espetáculo meros atores
Desfiam desprezada súplica
Ombros curvados em dissabores

O esgar da boca banguela
Aparentando bote sobre a presa
Revela a lenta ruína
Que arremata suas bocas fétidas

Urbi et orbi exilados
No alheamento da cidade
Não recebem qualquer esperança
Só indiferença, não saudade

Sobra-lhes a resignação de olhar
A relva, o capim e a grama
Vingarem ao meio-fio do asfalto
Sobre seus multicores dramas

Assim, sob o tronar dos reclamos
Ao abrigo do colorido outdoor
Esperam que a ultima b’arca acolha
A sujidade de seus corpos azedos.

6 comentários:

  1. Muito verdadeiro este drama, Vilemar! Esta miséria tem sido a paisagem, principalmente, das nossas capitais... o tema provoca indignação diante da realidade, mas é mais um belo trabalho literário teu.

    bjos @>--

    ResponderExcluir
  2. Amigo Vilemar,

    Por ter sido indicada agora indico o seu blog e estes outros, se aceitarem, para usar o Selo "Prêmio Dardos" em sinal de admiração pela contribuição literária e cultural dos mesmos.
    Visite meu blog e veja na barra lateral como salvar o selo e as regras do prêmio.

    Flores para todos! @>--

    mataharie007.blogspot.com/
    almadepoesia2007.blogspot.com/
    dolugardemim.blogspot.com/
    encostadomar.blogspot.com/
    vomitandoimagens.blogspot.com/
    eros-tics.blogspot.com/
    poesiangolana.blogspot.com/
    amorsemedo.blogspot.com/
    sergiofranck.blogspot.com/
    viapoese.blogspot.com/
    poemargens.blogspot.com/
    poesialilazcarmim.blogspot.com/
    venezadebrasileiros.blogspot.com/
    www.olhosdefolhacintiathome.blogspot.com/
    labirintodosoledalua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. participe em www.luso-poemas.net

    ResponderExcluir
  4. extraordinária escrita.
    estarei mais vezes por aqui.

    saudações


    http:\\coresemtonsdecinza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pelo bom uso da foto que fiz. Não sou muito adepto à poesia. Falha minha, naturalmente, em não prestar atenção a elas no tempo que normalmente se faz isso. Falaha curricular. Mas, de alguma forma, venho tentando recuperar o tempo perdido. Obrigado por juntar essas duas pontas.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pelo bom uso da foto que fiz. Não sou muito adepto à poesia. Falha minha, naturalmente, em não prestar atenção a elas no tempo que normalmente se faz isso. Falaha curricular. Mas, de alguma forma, venho tentando recuperar o tempo perdido. Obrigado por juntar essas duas pontas.

    ResponderExcluir